sexta-feira, junho 13, 2008

BTT pela Serra de Montemuro e Douro


A nossa volta. A bateria do GPS acabou-se perto de Cinfães, de onde viemos por estrada até Nespereira e depois ainda fizemos uns 5kms de mato até Alvarenga.

Adiado o programa de 2 dias de BTT nas aldeias históricas devido a lesão do Hugo, eu e o Lino decidimos pegar na mesma na bicicleta e ir pedalar por esse país fora.

Na 2ª feira fomos de carro até Alvarenga, e aí começámos a pedalar com as cartas militares à frente. O objectivo era atravessar a Serra de Montemuro e chegar a Lamego. Não conhecíamos esta serra e ficámos agradavelmente surpreendidos: bonita, remota e com bons trilhos. Certamente que há muito mais para descobrir lá e é um local a regressar.

Neste primeiro dia fizemos 65km, maioritariamente fora do alcatrão, e 2100m de subida (nos primeiros 6km já tínhamos 600m).

A roda traseira da minha bicla também ficou irremediavelmente danificada durante o dia o que nos limitou o andamento. Um obrigado ao Paciência por me ter desenrascado uma roda emprestada, e um super-obrigado à B por me ter vindo trazer a roda a Lamego à noite!

E já agora um obrigado também aos Bombeiros de Lamego por nos terem deixado pernoitar no quartel! :)


Eu e Lino na Sra. do Monte, perto de Alvarenga


Serra de Montemuro


Muito vento lá em cima! Os muitos parques eólicos que já lá existem acabaram por trazer bastantes estradões que facilitam a progressão

Capela de São Pedro


Trilhos na Serra de Montemuro


Parque eólico de Fonte da Mesa, já perto de Lamego



E o burro sou eu??

Na 3ª feira fizemos cerca de 95km e 2300m de subida acumulada. Fomos para o Douro onde os grandes desníveis e declives acentuados nos deram muito trabalho.

Por falta de alternativas acabámos por fazer mais alcatrão neste dia, mas as paisagens magníficas compensam bem uma visita àquela região. Por duas vezes neste dia subimos do nível do rio (~50m) acima dos 800m!

Início do dia em Lamego

Douro - subida para Mesão Frio

Alto Douro Vinhateiro

Nos montes ali para os lados de Baião




7 comentários:

disse...

Olá picuinhas!
Vinha dizer que, após toda a trabalheira que me eram, o mínimo era a referência a mim ser em capslock!!!
Sim, porque o que seria de vocês sem mim??
Vocês é de joelhos para eu fazer assistência nos outdoors, vocês é mariscadas para eu ir a Lamego... enfim, tenho-vos na mão!! :)

André Costa disse...

Uuuiiiiiiiiii...
Que eles ainda não se casaram e a copisa já vai assim!!!!!! :))

Um xi.

P.S.: Quando eu for grande, também vou pedalar para a Serra de Montemuro!

Anónimo disse...

Deu pra ver que o Lino não troca de roupa!! :))

Hugo

jccradventures disse...

o que seria de nós sem as mulheres!!!

aí está uma serra que aínda não "conheço".
dava para arranjarem o track GPS???
é que quero fazer Anadia-Santiago, mas por Chaves. O que me falta é trilhos entre S.P.Sul e Chaves e esse trilho era capaz de dar uma ajuda, além de um dia poder ir para esses lados.

Lino disse...

eiiii, eh pah eu mudei de roupa...quer dizer....tinha a roupa de pedalar e a roupa de ir jantar em lamego...mais que isso era exagero!

Qt á volta...eu adorei mesmoe recomendo a todos! Quem quiser o GPS é so avisar q mando o do Garmim ou o do google.

Abraços,

ps. este foi o derradeiro teste do gato á barbara, pois se ela nao fosse lá levar a roda, de certeza q num ia haver casório...já posso ir comprar o fato! :)

Gato disse...

é isso aí Lino! isto de estragar a roda foi só um teste!

ainda era para obrigar a B a mudar a roda e corrente (não me apetecia sujar as mãos depois do banho), mas quando ela apareceu lá com câmaras de ar em vez do pneu que tinha pedido, achei que nem valia a pena... enfim!! :)

Flux disse...

Boas,

Vou passar uns dias de férias perto de Cinfães e o percurso de Alvarenga até Lamego vinha mesmo a calhar. É possível enviarem o track em formato gdb ou gpx, para antonioefpinto@gmail.com ?
Agradeço desde já a atenção

E